Menu


Histórico e negligência

01 FEV 2019
01 de Fevereiro de 2019

Suspeito de ser um dos responsáveis pelo rompimento da barragem I da mina de Córrego do Feijão, em Brumadinho, o engenheiro *Rodrigo Artur Gomes de Melo*, já havia sido acusado pela Polícia Federal (PF) de envolvimento na tragédia de Mariana, em novembro de 2015.

Ele era gerente das usinas no Complexo da Alegria, e um ano e meio após a tragédia foi transferido para Belo Horizonte e é responsável pelas operações em Congonhas, Nova Lima e Brumadinho.

A Justiça que determinou sua prisão, ele é investigado suspeito de homicídio, crime ambiental e falsidade ideológica junto com outras quatro pessoas.

Voltar
Tenha também o seu site. É grátis!